.+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+.

Os imortais vivem entre nós, poesias lindas e feitas de brisa do amanhecer!

Quero fazer um convite, quero conhecer vossos gostos!

Vou postar poesias dos imortais que cada um me mandar, aquela que te faz vibrar, manda-me por email, face, blog, msn, qualquer maneira!

kiromenezes@hotmail.com

Manda-me sua poesia Imortal!

'+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+'

•○•.._____________..•○•

Soneto (Álvares de Azevedo)

quarta-feira, 2 de março de 2011


Soneto 


(Álvares de Azevedo)



Pálida, à luz da lâmpada sombria,
Sobre o leito de flores reclinada,
Como a lua por noite embalsamada,
Entre as nuvens do amor ela dormia!


Era a virgem do mar! Na escuma fria
Pela maré das águas embalada!
Era um anjo entre nuvens d'alvorada
Que em sonhos se banhava e se esquecia!


Era mais bela! O seio palpitando...
Negros olhos as pálpebras abrindo...
Formas nuas no leito resvalando...


Não te rias de mim, meu anjo lindo!
Por ti - as noites eu velei chorando,
Por ti - nos sonhos morrerei sorrindo!







Um dos poetas que me moldou... Minha admiração sempre!
Espero que apreciem...

8 Encantamentos::

soniaconsult disse...

D mais.
Hoje a tarde vou te mandar pelo orkut o cógigo para colocar no gaged (se escreve assim?) para que ele mesmo atualiza o numero de post e comentários.
É facil!
bjus

Bloguinho da Zizi disse...

E tem como não apreciar uma poesia dessas?
Não te rias de mim, meu anjo lindo!
Por ti - as noites eu velei chorando,
Por ti - nos sonhos morrerei sorrindo!


beijinhos

Kiro Menezes disse...

É belissimo, sou apaixonada por Alvares...

Preso que apreciem!!!

^_^•

Tatiana Kielberman disse...

Que lindo!!

Ótima leitura para uma quarta-feira... amei demais!

Beijos!

Nanda disse...

Acho que estou tão triste que chorei lendo esse poema, há muito não o lia.
Gostava tanto de Alvares de Azevedo na adolescencia.
Adoro ler seus blogs, kiro.

Um beijao

maria isabel paiva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
maria isabel paiva disse...

Adoro o Álvares de Azevedo,lendo esse soneto fez com que eu repensar o verdadeiro significado amor.

Dievo dos Anjos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.