.+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+.

Os imortais vivem entre nós, poesias lindas e feitas de brisa do amanhecer!

Quero fazer um convite, quero conhecer vossos gostos!

Vou postar poesias dos imortais que cada um me mandar, aquela que te faz vibrar, manda-me por email, face, blog, msn, qualquer maneira!

kiromenezes@hotmail.com

Manda-me sua poesia Imortal!

'+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+..+*♥*+'

•○•.._____________..•○•

Pálida à Luz (Álvares de Azevedo)

quarta-feira, 20 de abril de 2011




Pálida à Luz




Álvares de Azevedo



Pálida à luz da lâmpada sombria,
Sobre o leito de flores reclinada,
Como a lua por noite embalsamada,
Entre as nuvens do amor ela dormia!


Era a virgem do mar, na escuma fria
Pela maré das águas embalada!
Era um anjo entre nuvens d alvorada
Que em sonhos se banhava e se esquecia!


Era mais bela! o seio palpitando
Negros olhos as pálpebras abrindo
Formas nuas no leito resvalando


Não te rias de mim, meu anjo lindo!
Por ti - as noites eu velei chorando,
Por ti - nos sonhos morrerei sorrindo!


4 Encantamentos::

Claúdia Luz disse...

Flor

Coisa perfeita para começar um feriado !!

Mil beijos !!

Will disse...

Bom feriado, flor.
Abç

ps.:colei seu selinho no meu blog.

L. Rafael Nolli disse...

Muitos belos poemas por aqui. Alvares de Azevedo é essencial!

Abraços!

Jorge disse...

Um sentimento de Amor puro nos passa este poema.
Você é Amor, não é mesmo?

Uma feliz Páscoa de luz e muito chocolate!
Beijo